• Simova

COMO A TECNOLOGIA NO AGRONEGÓCIO PODE AUMENTAR A PRODUTIVIDADE NO CAMPO?

Atualizado: 1 de Jul de 2019

Que o agronegócio brasileiro é um dos maiores do mundo não é nenhuma novidade. No entanto, mesmo com todo esse potencial e as condições ideais, o produtor rural ainda esbarra em alguns entraves que levam à redução da produtividade e ao aumento dos custos. E investir em tecnologia no agronegócio pode ser a solução!


Todavia, é possível alavancar a produção, reduzir retrabalhos e ainda qualificar os processos por meio do uso da tecnologia. Com a automatização dos processos, é possível alcançar melhores resultados em menos tempo e utilizando menos recursos.


A tecnologia facilita o dia a dia e contribui para o aumento da produtividade, motivando produtores rurais a investirem cada vez mais em produtos, serviços e máquinas agrícolas que tenham soluções agregadas que gerem aumento da produção, melhoria da renda e qualidade de vida.


Vejamos como a tecnologia no agronegócio pode ajudar a aumentar a produtividade no campo e ainda evitar desperdícios e custos elevados. Acompanhe!




Para o controle de várias propriedades


A utilização da tecnologia no agronegócio é a grande aposta para alavancar a produtividade e ainda operar de forma sustentável. Isso porque otimizar processos evita contratempos e dá base para o planejamento das ações na execução das tarefas diárias.


Antes, produtores que mantinham várias fazendas precisavam percorrer individualmente cada uma para verificar de perto o andamento das atividades e a produtividade. Com a aderência de novas tecnologias, é possível gerir de longe várias propriedades, controlando em tempo real os números do negócio.


Com o controle de várias propriedades por meio de um software, é possível reduzir custos de processos, gerar maior produtividade e ter mais tempo livre para o produtor, contribuindo para a lucratividade e a redução de desperdícios de produção.


Todas as informações levantadas e armazenadas no sistema podem ser utilizadas para uma análise mais detalhada dos custos incorridos na produção — aqueles que geram maiores retornos ao negócio —, bem como para saber com precisão o quanto cada propriedade gera em termos financeiros.


Para que o gestor possa ter uma boa gestão do agronegócio, é fundamental acompanhar os dados de produção. Com a adoção de ferramentas e aplicativos, é possível ter acesso a todos os indicadores da produção rural e entender a realidade exatamente como ela é.


Com a tecnologia, é possível fazer uma gestão completa do negócio. Softwares apresentam interfaces bastante intuitivas, bastando inserir as informações e interpretar os resultados para a tomada de decisão — aumentando, assim, a produção.


Para a implementação de ferramentas


agronegócio brasileiro tornou-se a mola propulsora da economia — e a tecnologia vem agregando ao setor maior praticidade no dia a dia do produtor e facilitando a execução de tarefas.


Com o uso da tecnologia, é possível implementar ferramentas que otimizem o tempo e reduzam os riscos e os erros que impactam as finanças — em relação, inclusive, ao meio ambiente.


Com a tecnologia, é possível ter mais controle das safras, o que reduz as perdas no campo. Internet das coisas, inteligência artificial e até mesmo computação cognitiva vêm adaptando a estrutura para tornar a produção mais sustentável e fortalecer a competitividade no mercado.


Por meio do uso de dados, GPS, ferramentas e outros controles, a tecnologia consegue compreender as variantes de solo, os componentes nutricionais do que está sendo produzido e os demais fatores que podem comprometer seriamente as atividades.


Já existem aplicativos que alertam o produtor, por exemplo, sobre a época exata de colocar a vaca para produzir leite, bem como quando é o melhor momento de um bezerro desmamar. Na lavoura, sensores são colocados para medir em tempo real a temperatura do local e o nível de nutrientes no solo e indicar disfunções que prejudiquem a produtividade.


O produtor consegue gerir, por exemplo, a produção de maneira exata e identificar como alcançar um resultado muito mais efetivo em sua produção. Quanto mais eficiência tiver na aplicação dos recursos, mais chance terá de assegurar a qualidade na sua produção.


Para a melhoria do controle de insumos


O uso da tecnologia possibilita um melhor conhecimento do produtor quanto ao seu campo de produção. Isso significa que softwares permitem conhecer com precisão a capacidade para a distribuição de insumos, de forma a uniformizar a produtividade e, assim, corrigir imprevistos que gerem problemas no campo ou, por exemplo, na colheita.


Utilizando a tecnologia adequada, é possível aplicar insumos no local correto, no momento adequado e nas quantidades necessárias, reduzindo as chances de faltar matéria-prima ou outros insumos.


Falhas produtivas, insatisfação dos clientes e má qualidade dos serviços são fatores que alteram diretamente todo o processo logístico. Consequentemente, ocorrem perdas, retrabalhos, excessos ou falta de mercadorias.


Isso explica a importância da tecnologia no agronegócio e seu papel na otimização da produtividade, no aumento do retorno sobre o capital investido e na redução dos custos que, muitas vezes, são supérfluos.


Para a redução de riscos


Gerenciar as horas efetivamente trabalhadas ou mesmo manter um controle das tarefas planejadas não são atividades tão simples quanto parecem.


O uso do apontamento eletrônico é uma excelente alternativa para gestores que querem acompanhar de perto a produtividade, mantendo a previsão dos custos iniciais e cumprindo o cronograma definido previamente.


As ferramentas tecnológicas têm facilitado o dia a dia de quem trabalha no campo — e o apontamento eletrônico tem sido uma solução viável.



Por meio de um software instalado em um smartphone, é possível coletar instantaneamente os dados e os detalhes da produção e enviá-los automaticamente ao sistema. Isso possibilita o acompanhamento dos dados de produção, dos prazos, dos orçamentos e das demais informações relevantes para a tomada de decisão.

Com a automatização, o produtor passa a ter maior controle do que está sendo realizado, o que oferece um maior domínio operacional, otimizando as horas trabalhadas da equipe e o desempenho individual.


Com melhores informações para o processo de decisão, o produtor reduz consideravelmente os níveis de incerteza. Por exemplo, tratores com GPS, equipamentos conectados entre si e sensores multiespectrais possibilitam um monitoramento eficaz das safras individuais. Além disso, a tecnologia no agronegócio contribui para melhorar a análise da acidez do solo e a identificação das necessidades de nutrientes.


Para aumentar a produtividade


A tecnologia no agronegócio torna possível uma produção mais ágil e efetiva por meio da eficiência e utilização da mão de obra, das melhores taxas de uso do campo e, principalmente, da otimização da mecanização. Ter uma visão clara e detalhada pode ajudar a fazer todo o gerenciamento da plantação e permitir preparar estimativas de produção realistas.


Com a utilização de aplicativos e softwares, é possível aliar-se ao uso de algoritmos para a geração de dados que podem ser usados pelo produtor na tomada de decisão, de modo a aumentar o rendimento agrícola e a sustentabilidade no campo.


A partir do desenvolvimento de ferramentas que auxiliem os produtores em suas tarefas, como gestão das áreas agrícolas, a tecnologia no agronegócio é a alavanca para uma produção sustentável.


A tecnologia no campo é a peça-chave para a criação de produtos e serviços que atendam à demanda global de alimentos por meio de recursos sustentáveis de produção. Para saber mais, entre em contato conosco e conheça nossos serviços.




#agronegocio #produtividade #retornodeinvestimento #tecnologia

1 visualização
  • Facebook - Simova
  • LinkedIn - Simova
  • YouTube - Simova

Av São João, 2504, Jardim das Colinas, São José dos Campos, São Paulo, Brasil, CEP 12242000