• Simova

COMO A TELEMETRIA ALINHADA AO APONTAMENTO ELETRÔNICO PODE BENEFICIAR SUA OPERAÇÃO EM CAMPO

Atualizado: 26 de Jun de 2019

A tecnologia tem sido a grande alavanca do desenvolvimento empresarial. Por meio dela, várias ferramentas passaram a ser adotadas, de modo a facilitar o planejamento e a tomada de decisões, e permitindo, de fato, reduzir custos, gerar mais economia e levar mais controle às operações.


A aplicação da telemetria aliada ao apontamento eletrônico vem sendo amplamente utilizada como ferramenta para realizar a coleta e gestão dos dados externos das equipes, equipamentos e máquinas de forma móvel, possibilitando o monitoramento, visibilidade e gestão visual das operações.


Para um melhor conhecimento sobre a aplicação da telemetria no dia a dia das operações, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto. Vamos lá!




O que é a telemetria?


O termo telemetria tem origem grega, cujo significado, de forma simples, quer dizer: “tele” remoto e “metria” medida. Com o tempo, a prática de alimentar sistemas e tabelas manualmente já não comporta as necessidades dos gestores, que precisam de agilidade e precisão das informações e muitas vezes, quando a coleta dos dados de equipamentos depende exclusivamente de gente, as informações acabam não sendo tão precisas, então as próprias máquinas, atreladas a um sistema mais moderno, começaram a coletas seus dados, mas sem transmissão direta, sendo ainda necessária a ação humana de coletar uma a uma.


O uso de um sistema de telemetria proporciona precisão na gestão do processo de uso de equipamentos, ajudando a reduzir custos e evitando acidentes por má conduta do usuário, aumentando a produtividade, segurança, durabilidade do equipamento e promovendo mais segurança para o motorista, veículo e dando visibilidade plena à gestão.


Além do uso no acompanhamento de dados em tratores, equipamentos e máquinas pesadas, campo, veículos e frotas, a telemetria possibilita que gestores façam o controle de informações como: Velocidade, RPM, Horímetro, Indicador de ignição ligada e desligada entre outros, e quando atrelada ao ecossistema, munido do apontamento eletrônico, remotamente e em tempo real, podem cruzar as informações de dados da máquina em comunhão aos apontamentos de tarefa do operador.


Com o uso desse tipo de tecnologia nos equipamentos e máquinas de campo, é possível:

  1. a obtenção automática do holímetro da máquina;

  2. o registro da máquina ligada/desligada;

  3. o controle da visibilidade do RPM da máquina (controle de faixa de RPM por operação);

  4. obtenção automática do DMT e quantidade de viagens.


É recomendável integrar a telemetria com a utilização do apontamento eletrônico, de modo a otimizar o tempo de trabalho e reduzir os custos operacionais. Mas o que é apontamento eletrônico?


De modo simplista: é a solução tecnológica que coleta e registra os dados de campo e atividades de colaboradores, máquinas e/ou equipamentos por meio de um aplicativo em dispositivo móvel, integrado a um sistema de gerenciamento de informações que leva transparência aos gestores e detalhes de produção, como avanços, perdas gerenciáveis, entraves logísticos, desde o início até o término da execução.


Como funciona a telemetria?


A telemetria é um sistema tecnológico de monitoramento, utilizado para comandar, medir ou rastrear alguma coisa a distância, através de comunicação sem fio (sinais de rádio, 3g, 4g, hspda ou satélite) ou simplesmente registrado em um banco de dados interno, para ser coletado de forma manual diretamente da máquina.


O sistema fica embarcado, composto por um coletor de dados, que também pode ser emissor em alguns casos, ou seja, uma central que coleta dados específicos ou completos do equipamento ou máquina para uma análise mais minuciosa, seja em forma física ou através da transmissão de dados para um sistema que processa e interpreta, tornando acessíveis e visíveis aos gestores e tomadores de decisão.


Essa tecnologia possibilita coletar as informações diretamente do veículo, oferecendo um detalhamento de todo o processo logístico, como:

  1. identificação automática de qual unidade produtiva ou área o equipamento está localizado;

  2. posicionamento da máquina e registro do posicionamento em cada apontamento realizado, se de fato a máquina ligada estava efetuando a tarefa esperada da operação e etc.

A solução coleta dados — como o geoposicionamento, RPM, se a máquina está ligada ou desligada, entre outros — que amparam o fornecimento de informações referentes à usabilidade do equipamento.


Telemetria e apontamento eletrônico: como se complementam?


Saber se determinado equipamento está ou não funcionando não traz a informação de forma completa, levando a uma coleta parcial ou simplista dos dados para tomada de decisão, pois não há como saber se ele estava de fato atuando em alguma função produtiva e referente ao progresso da operação.


É aí que entra o apontamento eletrônico, trazendo informações precisas sobre a operação como um todo e as suas respectivas ações, gerando o apontamento de atividades do colaborador junto à máquina — por exemplo, se a máquina está ligada, com RPM alto, o que está fazendo, com quem, se está cumprindo as regras da cerca delimitada. Isso acontece em construções, no agronegócio, em serviços de locação de equipamentos como guindastes, entre outros.


Além disso, os equipamentos têm a possibilidade de se comunicarem entre si, com diversos sistemas e especificações de CB, criando uma rede própria e segura, e possibilitando inclusive a operação de forma offline. em que há troca de informações entre máquinas, e gerando uma base de dados que pode ou não, automaticamente, ser colhida e enviada em nuvem ou a algum dispositivo móvel na área.


Indispensáveis ao dia a dia do trabalho em campo, a telemetria e o apontamento são soluções que otimizam o tempo e alavancam a produtividade, estando ambos em um ecossistema sustentável criado pela Simova.


Quer saber mais? Entre em contato e fique por dentro de todos os nossos serviços!




26 visualizações
  • Facebook - Simova
  • LinkedIn - Simova
  • YouTube - Simova

Av São João, 2504, Jardim das Colinas, São José dos Campos, São Paulo, Brasil, CEP 12242000