• Simova

TECNOLOGIA NA AGRICULTURA: SAIBA COMO GERENCIAR COM PRECISÃO

Atualmente, a tecnologia está presente em todas as áreas de trabalho: saúde, educação, empresas e, inclusive, no ambiente rural. As práticas de agropecuária estão bastante desenvolvidas, contradizendo aquela visão que colocava o homem rural como atrasado em relação ao homem urbano.


O empreendedor rural que deseja crescer deve investir em tecnologia na agricultura, escolhendo as ferramentas mais modernas e eficientes, que oferecem o melhor custo/benefício. A tecnologia dentro do universo agropecuário também é conhecida como “agricultura de precisão”.


Veja, abaixo, algumas dicas para efetuar uma gestão eficiente da tecnologia na agricultura!



OS SENSORES INTELIGENTES DE MONITORAMENTO DAS PLANTAÇÕES


Existem diferentes tipos de sensores, sendo que o produtor pode escolher os que mais atendem às necessidades de seu negócio. Eles podem acompanhar diferentes detalhes das plantações, monitorando sua saúde e identificando doenças, o que facilita as tomadas de decisões e ações mais assertivas.


Essas ferramentas também podem identificar a necessidade de água e a quantidade de nitrogênio no solo. Junto com a conexão 4G, os sensores realizam o monitoramento contínuo e em tempo real. Os dados resultantes dessa tecnologia podem ser usados para formular KPIs (indicadores) que mensuram o desempenho produtivo em relação ao tempo.


O MAPEAMENTO AUTOMATIZADO


Trata-se de um sistema desenvolvido de mapeamento da colheita. Por meio de um conjunto formado por satélites e sensores, máquinas específicas produzem um mapa detalhado do terreno.


Dessa maneira, o usuário poderá escolher com mais eficiência as zonas de produção, baseando-se em informações históricas. O histórico revelará, por exemplo, que uma parte específica do terreno sempre apresentou produção menor do que as outras áreas.


A máquina identifica o problema e também oferece a solução: de forma automática, ela ajusta a quantidade ideal de sementes e de fertilizantes para que essa região se torne tão produtiva quanto as demais. Isso é realizado de maneira autônoma, sem a necessidade de uma iniciativa manual.


Outra função do mapa é auxiliar o empreendedor a administrar com mais sabedoria a água utilizada nas plantações. A avaliação mais minuciosa do terreno favorece o uso racionalizado da água de irrigação, distribuindo-a com equilíbrio entre as zonas necessitadas e evitando o desperdício de recursos — ou seja: a máquina é uma excelente solução sustentável.





O GPS NO CONTROLE DE MÁQUINAS


A agricultura de precisão também conta com o apoio do GPS para controlar o maquinário agrícola. O Sistema de Posicionamento Global, além de auxiliar o usuário da máquina a conduzi-la pelo caminho correto, também permite que o veículo se movimente de forma autônoma, podendo efetuar até manobras mais complexas.


O operador precisa somente ligar o trator e determinar as diretrizes. O trator controlado via GPS pode semear, aplicar produtos nas plantações e também fazer colheitas, melhorando o desempenho das operações e reduzindo custos com paradas.


Assim, o operador exerce uma função mais de estrategista do que de operador propriamente dito — em vez de dirigir o veículo, ele avalia as condições de produção e procura aprimorar a plantação em sua totalidade.


O RASTREAMENTO DE CARNE


A tecnologia na agricultura conta também com aplicativos para efetuar o rastreamento da carne. O monitoramento começa na propriedade rural, a partir da identificação do animal, o qual é marcado com um brinco eletrônico.


Posteriormente, quando chega aos 7 meses, o boi recebe um chip. Assim, todo o histórico genético, sanitário e de manejo é guardado e atualizado por um programa. Depois que o animal é abatido, a carne é identificada com um selo da empresa e recebe um código de barras.


De posse desse selo e do código de barras, a pessoa que compra a carne tem acesso integral ao processo pelo qual ela passou. O rastreamento é um tipo de tecnologia na agricultura que garante mais segurança ao consumidor e mais eficiência à produção pecuária.


OS AGENTES BIOLÓGICOS


Certamente, você já ouviu falar nas Pragas do Egito e na invasão de gafanhotos que destruiu as plantações dos egípcios. Mas já imaginou usar outros seres vivos para controlar as pragas das terras?


Pois essa é mais uma solução proposta pela tecnologia na agricultura. Trata-se da produção de agentes que combatem as pragas mais comuns na agricultura. Eles incluem vespas, parasitóides e ovos que efetuam um controle biológico eficaz.


Tal controle é vantajoso especialmente por ser totalmente sustentável. A utilização dos agentes biológicos dispensa a aplicação de produtos tóxicos, que poluem o ambiente e também são nocivos à saúde dos trabalhadores.


As vespas e os outros seres são produzidos em laboratórios. Também são inseridos insetos selvagens, para melhorar a variabilidade genética.


A PLATAFORMA ONLINE


Outra forma de utilizar corretamente a tecnologia na agricultura é acessando as plataformas online. Existem diferentes opções, com funções variadas.


Em uma plataforma online, é possível, por exemplo, fazer transações comerciais (ou seja: o produtor agrícola pode vender e comprar insumos ou mercadorias). Até empresas podem usar o recurso. As negociações são feitas com segurança e eficiência.


Outra vantagem de usar uma ferramenta do tipo é a possibilidade de armazenar arquivos, pastas e quaisquer documentos ou informações importantes diretamente na nuvem (cloud computing), sem a necessidade de instalar softwares em computadores pessoais.


Essa tendência tem crescido bastante em diferentes empresas, devido à segurança, à privacidade e à simplicidade do sistema. O armazenamento cloud envolve:


backups automáticos;uso de senhas;criptografia;recuperação de arquivos perdidos ou deletados acidentalmente;salvamento em mais de um servidor;compartilhamento;acesso de qualquer dispositivo com internet disponível e outras vantagens.


OS DRONES


Os drones não são mais usados somente pela NASA, nem são apenas personagens de filmes de ficção científica. Eles já atuam na vida urbana e rural, sendo importantes auxiliares na agricultura de precisão.


Com eles, o empreendedor rural pode descobrir mais minúcias sobre a topografia do terreno, saber mais sobre as linhas de plantio, contar o gado, identificar a existência de pragas e controlar o desmatamento em zonas de preservação ambiental.


OS SMARTPHONES INTELIGENTES


Os smartphones também são importantes aliados do homem do campo. Com o auxílio de aplicativos móveis e softwares de gestão, é possível automatizar os boletins. As informações oriundas da frente de trabalho são transmitidas online pelo pacote de dados do smartphone.


O envio de dados à central de operações ocorre de forma precisa, sendo validada em tempo real. Assim, fica mais fácil o controle da frota e de operações — via um painel web.

São usados celulares simples, o que facilita o uso dos operadores. Com eles, elimina-se a necessidade de imprimir fichas, que consomem mais tempo e mais recursos.


E você, o que acha da tecnologia na agricultura? Para conhecer melhor nossas soluções tecnológicas, siga-nos nas redes sociais (Facebook, Twitter e LinkedIn)!




0 visualização
  • Facebook - Simova
  • LinkedIn - Simova
  • YouTube - Simova

Av São João, 2504, Jardim das Colinas, São José dos Campos, São Paulo, Brasil, CEP 12242000